MAIS DE MIL TARTARUGAS EMPACOTADAS – POLUIÇÃO AMBIENTAL

  NOSSAS EMBALAGENS MATAM TARTARUGAS Nossas embalagens que servem para manter a higiene de nossos alimentos estão matando apenas em parte do litoral Norte de São Paulo mais de mil tartarugas, temos que repensar nosso desenvolvimento. Nossas plásticos estão empacotando as tartarugas marinhas por dentro, são tiros, balas de plásticos perdidas que matam estes incríveis Leia mais… »

SER HUMANO MATA METADE DAS RAPOSAS-DO-CAMPO

Raposinha do campo (Lycalopex vetulus). Foto: Wikipédia.   O ser humano é responsável por quase metade das mortes de raposas-do-campo (Lycalopex vetulus) que ocorrem foram de unidades de conservação. Além disso, a maioria dos animais morrem antes de oito meses de idade. As informações foram obtidas graças ao monitoramento da espécie, realizado pela Universidade Federal Leia mais… »

SEMANA DO AMBIENTE INTEIRO EM VISCONDE DE MAUÁ – PARQUE ESTADUAL DA PEDRA SELADA E COMUNIDADE

  PEQUENAS AÇÕES GRANDES RESULTADOS Para comemorar o dia mundial do ambiente (05/06) e a semana do ambiente o Parque Estadual da Pedra Selada, a Regional da Prefeitura de Resende e o Projeto Jogue Limpo com o Rio Preto fizeram algumas atividades importantes com a comunidade escolar de Visconde de Mauá. No dia 05 de Leia mais… »

ENERGIA SOLAR DE BAIXO CUSTO

    Desde a crise energética de 2001, muitas residências passaram a investir no sistema de energia solar, mas, até pouco tempo, a popularização desse recurso esbarrava no custo elevado. Como solução, uma empresa social de Belo Horizonte, a GeraSol, vende um aquecedor solar 90% mais barato que os tradicionais.   A tecnologia é construída com materiais de baixo Leia mais… »

PRIMEIRA USINA DE GERAÇÃO DE ENERGIA A PARTIR DO LIXO PELO MÉTODO DE GASEIFICAÇÃO DO BRASIL – MENOS POLUENTE QUE A INCINERAÇÃO

  Um bonito nome de cidade: “Boa Esperança” (MG), justo esta cidade será a primeira do Brasil a ter uma usina que gerará energia elétrica a partir do lixo sem usar incineração. O processo usado será o de gaseificação, um processo bem menos poluente que a simples incineração. O projeto é de Furnas Centrais Elétricas, Leia mais… »

OPORTUNIDADES DE NEGÓCIOS EM UNIDADES DE CONSERVAÇÃO FEDERAIS

O texto é sobre as unidades federais mas com certeza o mesmo serve para as unidades de conservação estaduais, municipais e privadas (ex: RPPN). Sandro Muniz   As oportunidades de negócios escondidas nas áreas protegidas   Entre os anos de 2005 e 2006, foram criadas pelo governo federal seis unidades de conservação para salvaguardar importantes Leia mais… »

COMO PLANTAR RÚCULA EM VASOS – PARA CASAS E APARTAMENTOS

Plantar rúcula é fácil e é saudável, foram as melhores rúculas que já comi em toda a minha vida!! Plantar rúcula em casa Com a falta de espaços em nossas cidades para plantar, o jeito é plantar em vasos mesmo! E dá muito certo para várias folhagens que usamos no nosso dia a dia.

A FEIRA ORGÂNICA DENTRO DE SEU BOLSO – APLICATIVO

Dizem que a melhor farmácia é a feira mais próxima de sua casa. E se for uma feira com produtos orgânicos e agroecológicos melhor ainda. Achar estas feiras ficou mais fácil agora, desde o dia 15 de março está disponível um aplicativo para que você possa achar as feiras em sua proximidade. O aplicativo chama-se Leia mais… »

O DESASTRE AMBIENTAL DO MURO ENTRE MÉXICO E EUA E O PASSAPORTE VERDE

  Para fugir dos inimigos, a corrida e para correr do calor do aquecimento global, deslocamento. As espécies não reconhecem fronteiras. A onça que está no Paraguai em um minuto, no outro pode estar no Brasil. Os animais não têm nacionalidades. No entanto, futuramente, se o muro de Trump sair realmente do papel, diversas espécies Leia mais… »

UMA NOVA CASTA NO REINO DAS ABELHAS

  Esta semana li uma matéria interessante que fala de uma nova descoberta cientifica. Trata da descoberta de que algumas espécies de abelha sem ferrão, como por exemplo a Jatai (Tetragonisca angustula), tem uma subcasta dentro de seu reino. O que era conhecido antes: “As abelhas sem ferrão (meliponas) possuem 3 castas básicas, a Rainha, Leia mais… »