Tempo de leitura:1 minuto

Vídeo mostra a importância de não se pescar os Meros

MEROS – FOTO : PROJETO MEROS DO BRASIL

A proibição da pesca dos Meros começou em 2002. Antes disso não se sabia nada da espécie, nem sua área de ocupação, depois de estudos científicos e trabalhos com pescadores e moradores do litoral foi verificado a situação emergencial da espécie, percebeu-se que a espécie estava em declínio. Desta forma o governo federal decretou a proibição da pesca desta importante espécie.
Após 15 anos já se sabe que os Meros demoram de se reproduzir (6 a 7 anos), logo, tem um aumento populacional lento.

A pesca ilegal ainda existe, mas já se percebe certo aumento populacional da espécie, no entanto, a exploração intensa que a espécie teve faz com que sejam necessários muitos anos até que voltemos ao estado mais “natural’ possível da população.
Sandro Muniz
Bilólogo




Vejam o vídeo feito pelo Instituto Meros do Brasil em que o biólogo Jonas Leite explica tudo e mais um pouco:

 

 

 

POSTAGENS RELACIONADAS
Pocket