CIENTISTAS CONSEGUEM AUMENTAR EM 30 % A TAXA DE FOTOSSÍNTESE DE PLANTA

arabidopsis

Um estudo/pesquisa desenvolvido no MIT (Instituto de Tecnologia de Massachusetts) pelo cientista Michel Strano e equipe conseguiu com que a planta conhecida como Arabidopsis (parente da couve e mostarda) aumentasse em 30 % a taxa de fotossíntese.

Desta forma, as plantas absorvem mais água, mais luz e mais CO2, e liberam mais oxigênio (O2). Foi utilizado técnicas de nanotecnologia. Nanopartículas de dióxido de cério (metal raro) foram inseridas nos cloroplastos (organela que produz a fotossíntese). Estas partículas de metal facilitaram as trocas de elétrons.

Não se sabe ainda se este metal é tóxico para as plantas, já que este material também é usado como fungicida em algumas circunstâncias.

Ao aumentar a taxa de fotossíntese espera-se aumentar a taxa de produção de biomassa, tal técnica, se viável, poderá aumentar a produção de biomassa para geração de energia e a diminuição de CO2 na atmosfera. Só nos preocupa o fato de alguns acharem que isso pode reverter o aquecimento global, ao invés de desenvolverem novas tecnologias para diminuírem a emissão de CO2 e outros poluentes.

 Sandro Muniz

Related Post

Pocket